Artigos
Voando Baixo: Por Marco Asa

Marco Asa

VOANDO BAIXO, COM MARCO ASA – VOLUME 26

(Marco ASA) – Voltei a escrever a colunazinha depois de um tempo refletindo. Poderia fazer um texto raivoso, mas, melhor só comentar alguns fatos:

– Algo de muito estranho está acontecendo nas redes sociais. Depois da prisão do Lula, muita gente de esquerda está se juntando de uma hora pra outra. Ou a esquerda está se unindo, ou é uma estratégia do próprio Facebook. Aliás, o Facebook está barrando, de tempos em tempos, o fundo vermelho dos posts. É uma coisa besta, eu sei. Mas, é uma forma de censura.

– O ataque ao Dom Angélico, que participou de um evento ecumênico (não era uma missa) no aniversário de Dona Marisa, mostra que, dentro da igreja, há gente que desconhece os ensinamentos do próprio Cristo.

– A prisão em tempo recorde de Lula e a ação de uma Ministra que tirou Alckmin da mira da Lava-jato é uma coisa nojenta. Não dá mais pra levar a justiça brasileira a sério.

– Vamos combinar: achar que direitos humanos é coisa de bandido ou de esquerda é uma babaquice sem tamanho. O nome já diz: direitos HUMANOS. Se você não considera isso, abra mão de ser humano e torne-se outro animal.

– Estava pensando que não vale a pena tanto ódio e separação de gente que se diz de esquerda ou de direita. Então, quem ganhasse em outubro, teríamos que respeitar. Aí, comecei a pensar nos nomes de direita e vi as opções com mais chances: Bolsonaro, um cara despreparado, que não é bem visto nem pelo próprio Exército, que não tem projeto de nada, além de vomitar ódio; Marina, que se mostrou oportunista, apoiou o corrupto Aécio e lançou sua campanha no dia da prisão de Lula; Alckmin, acusado de desvio de merenda, de favorecimento na compra de trens e que foi blindado pela justiça pelo fato de ser tucano. É, ficou difícil torcer pela felicidade do candidato de direita.

– Como ficou o caso dos deputados do Mato Grosso (incluindo o prefeito de Cuiabá) flagrados enfiando bolos de dinheiro nos bolsos? Acabou em pizza ou Maria Isabel?

– Como ficou o caso dos membros do Governo de Mato Grosso do Sul, envolvido em casos de incentivo fiscal indevido para a JBS? Acabou em pizza ou em chipa?

– Em São Paulo, o Doriana, que prometeu ficar até o final do mandato na prefeitura, agiu como qualquer tucano e largou tudo pra concorrer ao governo do Estado. A cidade está imunda, o “maior programa de asfalto do Brasil” não passa de uma recapagem malfeita, e ninguém se pronuncia.

– Tá difícil mesmo, né? Uma dica: assista ao Terço da Tarde que é transmitido ao vivo na página PaulinasBrasil, no Facebook, toda quarta-feira, às 15 horas.  Só rezando!

Mande suas sugestões, elogios ou críticas para portalautoasa@gmail.com. Curta meus blogs sirireporter.wordpress.com ou autoasa.wordpress.com. Você me acha no Facebook (facebok.com.br/marco.asa.520), no Twitter (@marcoasa100) e Instagram (marcoasa70).

Abraços e fiquem bem!

Marco ASA é jornalista, escritor e publicitário.