Porto Murtinho
Vereadores murtinhenses aprovam Moção de Pesar pela morte do ex-governador Pedro Pedrossian

Vereadores murtinhenses aprovam Moção de Pesar pela morte do ex-governador Pedro Pedrossian

Porto Murtinho (MS) – “Foi com imenso pesar que recebemos a notícia do falecimento do nosso ex-governador Pedro Pedrossian. Um homem respeitoso e grande estadista de visão, que transformou o estado de Mato Grosso do Sul, outrora um deserto, em obras transformou uma cidade como Campo Grande vanguardista com suas emblemáticas obras que são referência de excelente gestão por meio de suas ações nos Parques, vias e bairros da Capital Morena”, lamenta o Vereador e atual presidente do legislativo murtinhense Rodrigo Froés Acosta (PSD) na noite terça-feira (22).

O ex-governador Pedro Pedrossian morreu na madrugada de 22 aos 89 anos. Pedrossian nasceu em 13 de agosto de 1928 no município de Miranda, distante 202 km de Campo Grande.

Formou-se em Engenharia Civil pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo e foi senador de Mato Grosso, antes da divisão dos Estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, no período 1965/1971. Em 1980 renunciou ao cargo de senador para assumir o Governo do Estado, nomeado pelo então presidente João Figueiredo. Eleito pelo voto popular reassumiu o comando do Estado em 15 de março de 1991.

A sessão ordinária de terça-feira (22) os vereadores murtinhenses aprovaram um Moção de Pesar à família do ex-governador Pedro Pedrossian.

O ex-governador inaugurou em 1994 o primeiro trecho de asfalto que compreende Porto Murtinho até a Ponte do rio Perdido que demarca a divisa entre os municípios de Murtinho e Caracol. Na sua gestão os murtinhenses experimentaram trafegar sobre estrada pavimentada pela primeira vez na BR-267.