Economia
Geração de emprego e renda é uma das marcas do Governo Reinaldo

Atração de indústrias e geração de empregos e renda são marcas do Governo Reinaldo Azambuja. É o que mostra o programa eleitoral exibido na noite de quarta-feira (17).

Durante a gestão de Reinaldo Azambuja (PSDB), o Governo do Estado garantiu a vinda de 66 indústrias para Mato Grosso do Sul e fez a revisão de 1.200 contratos, com transparência, garantindo a abertura de 12.500 novos empregos nos próximos anos.

Entre os desafios do 2º mandato está a continuidade da diversificação da matriz econômica. “Por isso, estamos atraindo para o Estado indústrias que beneficiem a matéria-prima produzida aqui, como a carne, o grão e a madeira”, explica o governador.

A nova fábrica de MDF instalada em Água Clara, por exemplo, está gerando 200 empregos direitos.

E um dos atrativos para as novas empresas é o investimento em logística, para o escoamento da produção, com integração de portos, rodovias, aeroportos e ferrovias.

“Nossa política de geração de empregos está caminhando a passos largos e novas empresas em breve estarão se instalando em Mato Grosso do Sul, como em Bataguassu, Dourados e Aparecida do Taboado”, afirmou Reinaldo Azambuja.

Confira algumas propostas de Reinaldo para a geração de empregos:

– Consolidar e manter a política industrial com gestão de incentivos fiscais e segurança jurídica para o empreendedor.

– Promover a diversificação da matriz econômica do Estado estimulando a agregação de valor à nossa produção.

– Ampliar os investimentos para aumento da produção na agricultura familiar.

– Fomentar o desenvolvimento da produção agroecológica.

– Incentivar a expansão de novas culturas de forma sustentável.

– E fortalecer o agronegócio e o a indústria do Turismo.