Artigos
A saúde de Ladário, como está? Por Janir Arruda

Criticar, replicar indicar o erro, é fácil. Difícil é arregaçar as mangas e ir a luta, dar valor as pessoas que sempre nos orientaram e auxiliaram, ser grata e batalhar pela vida. Os governos federal, estaduais e municipais aplicaram, no ano passado, por dia R$ 3,89 per capita para cobrir as despesas públicas com saúde dos mais de 205 milhões de brasileiros. Ao todo, o gasto por pessoa em saúde naquele ano foi de R$ 1.419,84  Mas além disso uma constatação importante é a de que  85% das condições de saúde são passíveis de resolução na atenção básica, educação e saúde andam juntas.

Aliás,os serviços de saúde, a produção de remédios e os gastos com hospitais e clínicas não são só despesas. Eles também geram renda na economia. Os subsídios do governo a população relativos ao programa Aqui Tem Farmácia Popular – que transfere recursos a farmácias populares para pagar medicamentos adquiridos pelas famílias – deram um salto nos últimos anos, passando de R$ 238 milhões para R$ 2,8 bilhões, entre 2010 e 2015.e Ladário, por seu porte não está parada na área de saúde, sob a batuta do secretário de Saúde, Dr; Juvenal Ávila de Oliveira,  iniciou-se a campanha de vacinação contra a gripe, que deve durar até o dia 01 de junho. Assim a Secretaria Municipal de Saúde de Ladário, ciente de sua função precípua nesse momento, está  mobilizada e adotou medidas que facilitarão o alcance da meta estimada para este ano.Como instrumento de controle, o Boletim Diário foi criado pela pasta para acompanhar o desenvolvimento da campanha, com intuito de auxiliar na melhoria de campanhas futuras.

Com uma equipe unida, a Secretaria de Saúde opera com 05 salas de vacina na cidade, para descentralizar o serviço. As salas de vacina são equipadas com geladeiras novas, adquiridas com uma emenda parlamentar do deputado estadual Amarildo Cruz (PT) e de uma contrapartida financeira do município que através da Secretaria de Administração não tem medido esforços em juntar aqui e ali o que há de prioridade.

Para a Policlínica Municipal foram contratados 02 pediatras para atender na parte da manhã e a tarde e mais um clínico geral para atender a tarde, pensando inclusive  na reação da vacina em crianças atendidas pela campanha. O Secretário com empenho pessoal retomou o programa “Melhor em Casa” que é um serviço indicado para pessoas que apresentam dificuldades temporárias ou definitivas de sair do espaço da casa para chegar até uma unidade de saúde. É também recomendado para pacientes em situações nas quais a Atenção Domiciliar é a mais indicada para o seu tratamento. O objetivo é proporcionar a essas pessoas um cuidado em saúde mais próximo da rotina da família, evitando hospitalizações desnecessárias e diminuindo riscos de infecções. Isso infelizmente não tem ação imediata mas em breve a saúde dos residentes na Pérola do Pantanal começará a andar a passos largos. São os ensinamentos acadêmicos, a experiência de vida e as orientações ouvidas desde tenra idade de Hélio Ribeiro colocadas em prática. Quem ganha com isso é o cidadão ladarense que não perdeu por esperar.

*Assessora executiva