Política
Vereador deseja ‘morte’ de ladrões de fios de energia e recebe apoio de colegas

Afirmação surgiu em meio a debate sobre os seguidos casos de furtos que tem deixa população sem luz

“A pessoa que é pega roubando cabos de fio de energia, roubando energia, devia morrer”. Foi o que disse o vereador em Campo Grande, Ayrton Araújo, do PT, durante debate sobre o excessivo número de roubos de cabos de energia na cidade.

Assunto em questão tem sido debatido na Câmara há pelo menos 15 dias. O discurso de Araújo, que deseja morte aos ladrões de energia, conforme disse em tribuna, despertou a atenção do vereador Wellington de Oliveira, do PSDB, delegado da Polícia Civil licenciado, que também discursou sobre o assunto.

Pelo que disse o vereador, a concessionária de energia, a Energisa, devia mudar o processo de instalação dos fios, no caso, para dificultar a ação do “criminoso”, segundo Wellington, para quem “a ocasião faz o ladrão”. A frase deixa a entender que a vida dos furtadores tem sido facilitada na hora de agir.

Jeremias Flores, o vereador do PT do B, conhecido como pastor Jeremias, Ademir Santana, do PDT e André Salineiro, do PSDB, revigoraram os discursos.

O pastor disse que as igrejas têm sido atacadas pelos ladrões. Santana contou que o número de roubos de cabos de energia deixou moradores da Avenida Lúdio Coelho sem iluminação pública e Salineiro narrou que, na última semana, apenas uma ocorrência resultou na prisão de um furtador de instalações elétricas.

O caso, disse o vereador, foi resolvido por um guarda municipal que estava de folga e notou o furto.

Wellington completou a fala dizendo que “qualquer cidadão” pode denunciar os casos de furto por meio do telefone da Polícia Militar, o 190.

Fonte: Top Midia News