Brasil
Sogro mata genro depois de pedido de socorro da filha

Sogro matou a tiros o genro Elton Gomes da Silva, 36 anos

Edson Claro de Almeida, 52 anos, matou a tiros o genro Elton Gomes da Silva, 36 anos, depois de receber mensagem da filha, uma jovem de 28 anos, pedindo socorro devido às agressões do marido.  O caso aconteceu no domingo (7), em Praia Grande, interior de São Paulo.

De acordo com informações da mídia local, os dois estavam em processo de separação há dois anos, situação que Elton nunca aceitou. Eles não moravam mais juntos e, no dia do crime, Elton foi até a residência onde a esposa estava morando. Ele entrou na casa, pegou uma faca e afirmou que a mataria. A mulher conseguiu pegar o celular e enviar mensagem para o pai relatando as ameaças.

Ao sair do banheiro, ela contou ter sido agredida com murros na cabeça por Elton, que tomou o celular de sua mão e quebrou. Minutos depois, o pai da vítima chegou ao local e Elton partiu para cima dele também, fazendo ameaças de morte. Então, Edson tirou da cintura uma arma e disparado na barriga do ex-genro, que caiu.

O representante comercial ainda teria atirado outra vez e fugiu na sequência em seu carro.

Elton foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu e morreu a caminho do hospital.

O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Praia Grande como homicídio, ameaça, violência doméstica e injúria. Peritos entraram no local e encontraram o celular danificado da vítima, além de um projétil de arma de fogo.

A mulher, que não teve a identidade divulgada, já havia denunciado o ex-companheiro à polícia em 19 de agosto de 2017 e 17 de junho deste ano. Em ambas as situações, a jovem disse que foi ofendida, agredida e ameaçada de morte por Elton