Esporte
Seletiva para o Bolsa-Atleta e Bolsa-Técnico de 2019 começa em setembro

Seletiva para o Bolsa-Atleta e Bolsa-Técnico de 2019 começa em setembro

A Gestão de Reinaldo Azambuja (PSDB), candidato à reeleição ao governo de Mato Grosso do Sul, investe mais de R$ 1,2 milhão para incentivar o esporte. Exemplo de projeto que dá certo é o Bolsa-Atleta e Bolsa-Técnico, que tem por objetivo dar condições para o atleta beneficiado se dedicar ao esporte e incentivar a formação de novos profissionais. Começa em setembro a seletiva para ambos os programas,  referente ao ano de 2019. O benefício é destinado para atletas praticantes de desporto de rendimento em modalidades olímpicas e paraolímpicas e em modalidades vinculadas ao Comitê Olímpico Internacional e ao Comitê Paraolímpico Internacional.

“Em junho, mais de 180 desportistas receberam a primeira parcela do Bolsa-atleta e Bolsa-técnico”, informou o governador Reinaldo. O investimento do Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), é de R$ 106 mil mensais, destinados à Bolsa-atleta Estudantil, Nacional e Pódio-complementar e Bolsa-técnico I e II; ao todo serão 12 parcelas do benefício.

A desportista Edineia Prado Camargo praticante da modalidade Kung Fu Wushu, aprova o incentivo. “Eu estou muito feliz, eu acredito que esse incentivo do Governo vai ajudar muito os atletas de todas as modalidades que foram contemplados, e estimular jovens à prática esportiva”, avalia.

Patrick Pisoni é paratleta de Canoagem e recebeu o benefício da Bolsa-atleta pódio complementar duas vezes. O desportista já foi campeão brasileiro sul-americano de Canoagem em 2016 e irá disputar o brasileiro deste ano em Curitiba. Há três anos e meio pratica o esporte, que veio como forma de reabilitação. Atualmente, sonha com a medalha olímpica nas Paraolimpíadas de 2020.

“Estou me preparando para as competições, mas a minha principal meta é conseguir vaga nas Paraolimpíadas, a minha prova de caiaque 200 m exige muita técnica. Treino no Parque das Nações Indígenas e também em casa, consegui comprar um caiaque ergômetro [simulador de remadas] que posso treinar fora d’água, o benefício do Bolsa-atleta me ajudou a adquirir esse aparelho que me auxilia nos treinos e na melhora do meu desempenho técnico”.

“O objetivo da bolsa além de recompensar e melhorar o desempenho dos atletas e técnicos de diversas modalidades que representam Mato Grosso do Sul nas competições é incentivar a prática do esporte e a descoberta de novos talentos do Estado”, afirma Reinaldo.