Diversos
Prefeito Dr. Bandeira inaugurou a 113ª obra de sua gestão em Amambai

Prefeito Dr. Bandeira inaugurou a 113ª obra de sua gestão em Amambai

O prefeito de Amambai, Edinaldo Luiz de Melo Bandeira, acompanhado de diversas autoridades do município, inaugurou na tarde desta segunda-feira, 17 de junho, a obra de número 113 da administração, que consiste na reforma da Escola Municipal Polo Indígena Ypyendy – Panduí. Foram mais de R$ 165 mil investidos para proporcionar um espaço mais adequado e humanizado aos mais de 400 estudantes que frequentam o ensino do 1º ao 9º ano na instituição.

No local foram realizados trabalhos de pintura, reparos no telhado, na parte elétrica, drenagem da água pluvial e construção de uma passarela ligando o prédio antigo ao novo. Em parceria com o 17º Regimento de Cavalaria Mecanização (17º RC Mec) Solon Ribeiro também foi realizada a construção de um muro de proteção ao redor da escola.

Pedro Franco, diretor da escola, afirma que se emocionou ao ver o resultado do trabalho dando frutos. “Estou muito feliz em saber que a comunidade da região da Panduí, antes esquecida, está recebendo atenção necessária por parte da administração de Amambai, principalmente na área da educação”, contou.

Segundo a Secretária de Educação, Zita Centenaro, esta obra tem um grande significado para a comunidade. “Me lembro de quando essa escola era apenas uma casinha de madeira, com chão batido, as coisas foram acontecendo e esse sonho de torna-la independente se tornou realidade”, disse ela. Zita conta que Bandeira nem questionou, apenas liberou a autorização do requerimento, quando esta apresentou o pedido da reforma.

O prefeito Bandeira, por sua vez, agradeceu a presença de toda a comunidade escolar e principalmente a todos os secretários que estiveram empenhados em concretizar este sonho. E para presentear a comunidade, além da obra, entregou as chaves de um veículo para uso exclusivo da escola. “Este é um dia de muitas conquistas, estou muito orgulhoso por poder fazer parte da realização deste sonho”, concluiu.