Diversos
PMA prende e autua em R$ 13 mil quatro pescadores por capturar pescado durante a piracema e com carne de jacaré

PMA prende e autua em R$ 13 mil quatro pescadores por capturar pescado durante a piracema e com carne de jacaré

Campo Grande (MS) – Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Aquidauana realizava fiscalização ambiental em uma estrada vicinal que dá acesso ao Pesqueiro do Pequi ontem (11) no município de Anastácio e prendeu quatro pescadores por pesca predatória e por posse de carne de jacaré.

A PMA abordou os infratores que estavam em um veículo Toyota Hilux e encontrou sete exemplares de pescado da espécie pacu, sendo cinco espécimes abaixo da medida permitida por lei. Além disso, foram encontrados 1 kg de carne de jacaré, 55 munições calibre 22 e cinco munições calibre 30-30, dois motores de popa, um barco, duas caixas térmicas e 37 anzóis de galho (petrecho proibido).

Os infratores, dois residentes em Anastácio, de 52 e 54 anos e, dois com 40 e 43 anos, residentes em Aquidauana, haviam capturado os peixes durante a piracema. 10 kg de pescado, o veículo, as caixas, os anzóis, os dois motores, o barco, as munições e a carne de jacaré foram apreendidos.

Os infratores receberam voz de prisão e foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Anastácio, onde foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória, com pena prevista de um a três anos de detenção.

Cada pescador também foi autuado administrativamente e multado em R$ 2.000,00. O infrator de 40 anos, residente em Aquidauana, que assumiu ser proprietário da carne de jacaré foi multado em mais R$ 5.000,00. Ele também responderá por crime ambiental de posse de subproduto da fauna ilegalmente. A pena é de seis meses a um ano de detenção.