Internacional
Paraguai encerra operação após destruir 125 t de maconha em lavouras

640x480-4a5d607b36319551efc831f4ed728444Pedro Juan Caballero (PY) – Terminou ontem (21) a Operação Amambay I, realizada pela Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) e pelo Ministério Público para destruir lavouras de maconha em território paraguaio, perto da fronteira com Mato Grosso do Sul.

Balanço divulgado pela Senad revela que foram destruídas 125 toneladas de maconha nas lavouras de cultivo da droga localizadas em várias regiões do departamento de Amambay, cuja capital é Pedro Juan Caballero. Os pés da planta foram cortados e queimados.

De acordo com a Senad, o prejuízo aos traficantes supera 3,7 milhões de dólares. A ação durou três dias e contou com patrulhas terrestres e aéreas, para localização das roças de maconha, geralmente instaladas em clarões na mata e em cima de morros.

O trabalho foi concentrado na zona rural das colônias Maria Auxiliadora e Santa Clara, distritos de Pedro Juan Caballero, a menos de 50 km de mato Grosso do Sul.

A Senad também destruiu 45 acampamentos, cortou 26 hectares de maconha e queimou 46,5 toneladas de folhas picadas e 825 quilos de tabletes prensados.