Mato Grosso do Sul
Leia Coluna Politica de Roberto Costa: Segundo Turno

Roberto Costa

SEGUNDO TURNO – Mato Grosso do Sul terá segundo turno para governador. A disputa será entre Reinaldo Azambuja (PSDB) e o juiz aposentado Odilon de Oliveira (PDT).

**

SURPRESA – O eleitor sul-mato-grossense optou pela renovação no Senado. Nelsinho Trad (PTB) e Soraya Thronicke (PSL) conquistaram as duas vagas para o Senado Federal. Soraya foi a grande novidade.

**

ALMA LAVADA – A inclusão do nome de Delcídio Amaral (PTC) desbancou o favoritismo de José Orcírio Miranda dos Santos (Zeca do PT) beneficiando diretamente a candidata ao Senado de Jair Bolsonaro.

**

APOSENTADORIA – A manifestação dos eleitores não permitiu que o senador Waldemir Moka (MDB), 36 anos de atividade política ininterrupta, conquistasse mais um mandato.

**

CÂMARA FEDERAL – Rose Modesto (PSDB), Fábio Trad (PSD), Beto Pereira (PSDB), Tereza Cristina (DEM), Tio Trutis (PSL), Vander Loubet (PT), Dr. Luiz Ovando (PSL) e Dagoberto Nogueira (PDT) conquistaram o direito de representar o Estado.

**

NOVATOS – Dr. Luiz Ovando e Tio Trutis, ambos do PSL, são duas pessoas que pela primeira vez ocuparão cargos eletivos. Eles são discípulos do mito presidenciável Jair Bolsonaro.

**

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA – Foram eleitos: Capitão Contar (PSL), Coronel David (PSL), Jamilson Name (PDT), Renato Câmara (MDB), Onevan de Matos (PSDB), Zé Teixeira (DEM), Lídio Lopes (PEN), Paulo Corrêa (PSDB), Felipe Orro (PSDB), Barbosinha (DEM), Marçal Filho (PSDB), Professor Rinaldo (PSDB), Marcio Fernandes (MDB), Eduardo Rocha (MDB), Cabo Almi (PT), Pedro Kemp (PT), Londres Machado (PSD), Neno Razuk (PTB), Herculano Borges (SD), Gerson Claro (PP), Antonio Vaz (PRB), Evander Vendramini (PP), Lucas de Lima (SD) e João Henrique (PR).

**

CAMPEÃO DE VOTO – Dentre as 355 candidaturas que disputavam as 24 vagas na Assembleia Legislativa, Capitão Contar, do PSL, um estreante na política, surpreendeu ao receber 78.390 votos.

**

RETORNO – Um nome emblemático da política sul-mato-grossense, Londres Machado (PSD), retoma o cargo de deputado estadual a partir de 2.019, ao conquistar 20.782.

**

ESPECULAÇÃO – Por conta da estrondosa votação recebida fica a indagação se o futuro presidente da Assembleia Legislativa será o Capitão Contar, do Partido Social Liberal.

**

AUTOR DESCONHECIDO – “O tempo deixa perguntas, mostra respostas, esclarece dúvidas, mas, acima de tudo, o tempo traz verdades.”

**