Polícia
Engenheiro agrônomo é executado a tiros em fronteira dominada pelo crime

Os matadores profissionais, conhecidos no lado paraguaio da fronteira como “sicários”, voltaram a agir nesta quarta-feira (10) e executaram a tiros o engenheiro agrônomo Hector Ruiz Duarte, 44. O crime ocorreu na Rua Tenente Herrero, em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande.

Hector seguia em uma caminhonete Toyota Hilux preta e quando parou no semáforo o pistoleiro de moto parou do lado esquerdo e disparou vários tiros, possivelmente com uma pistola semiautomática. Hector foi atingido na cabeça, no peito e no pescoço e morreu no local.

Agentes da Divisão de Investigação da Polícia Nacional estão no local, mas até agora não há pistas dos matadores.

A Linha Internacional, formada por Mato Grosso do Sul e o departamento de Amambay enfrenta uma onda de assassinatos em 2019. Números extraoficiais, baseados em levantamentos de jornalistas que cobrem a área, apontam para uma centena de execuções neste ano, principalmente em Pedro Juan Caballero e Ponta Porã.

Policiais ao lado da caminhonete de engenheiro agrônomo, executado hoje na fronteira (Foto: ABC Color)

Fonte. Campo Grande News