Esporte
Corinthians é cobrado na Justiça pelo pai do centroavante Carlinhos

Revelação corintiana está na Espanha para disputar amistosos pelo time sub-20 (foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O Corinthians foi acionado judicialmente por Carlos Lima, pai do centroavante Carlinhos, em processo que está sob os cuidados do juiz Fernando Antonio Tasso na 15ª Vara Cível do Foro Central de São Paulo. O valor da ação é de R$ 336.418,90.

A dívida tem origem na compra de 50% dos direitos econômicos de Carlinhos, ainda em 2014, e é cobrada em conjunto com as empresas Jr Souza Esporte e Marketing, I-9 Sports Gestão Consultoria e Intermediações de Negociações e o técnico José Antonio Domingos. As partes são representadas pelo advogado Adauto Bueno de Camargo.

Na ação, o pai de Carlinhos e os demais requerentes alegam que o Corinthians havia acertado a compra de metade dos direitos econômicos do atleta por R$ 500 mil, divididos em uma parcela de R$ 100 mil e outras oito de R$ 50 mil, mas só pagou R$ 200 mil até então.

Dos R$ 300.000 restantes, que corrigidos chegaram a R$ 336.418,90, o pai de Carlinhos ficaria com 25%, R$ 84.104,72. A I-9 Sports teria outros 40%, enquanto a Jr Souza receberia 20% e o técnico José Antonio, 15%.

Destaque do Corinthians na conquista da Copa São Paulo deste ano, Carlinhos ainda não vingou como profissional. O prata da casa sofreu com uma série de lesões nesta temporada e só foi utilizado pelo técnico Fábio Carille uma vez, na surpreendente derrota do líder do Campeonato Brasileiro para o Atlético-GO, em casa.

Carlinhos atualmente está na Espanha, onde defenderá o time sub-20 do Corinthians em amistoso contra o Deportivo La Coruña na quinta-feira. A delegação paulista ainda jogará com o modesto Racing de Ferrol, da terceira divisão espanhola, um dia antes.

Fonte: Gazeta Esportiva