Esporte
Com futuro indefinido, Cueva é esperado nesta 2ª no São Paulo

Cueva tem retorno ao São Paulo agendado para a tarde desta segunda-feira, no CT da Barra Funda (Foto: Filippo Monteforte/AFP)

Após folgar no domingo, o São Paulo deve se reapresentar com uma novidade na tarde desta segunda-feira. Trata-se de Christian Cueva, que segue com o futuro indefinido enquanto é aguardado por diretoria e comissão técnica no CT da Barra Funda, onde tende a se reincorporar ao grupo na última etapa de preparação para o segundo semestre.

O meia voltará aos trabalhos no Tricolor duas semanas depois de ser eliminado da Copa do Mundo com a seleção peruana. No mesmo dia em que ele se despediu do torneio, seus companheiros de clube retomaram as atividades após um período de folga.

No período em que esteve na Rússia, Cueva teve o nome ventilado em equipes como o Cruz Azul, do México, e o Independiente, da Argentina. No clube do Morumbi, espera-se uma boa proposta do exterior para fazer caixa.

No entanto, como o peruano rendeu abaixo do esperado no Mundial, o Tricolor pode ver seus planos ruírem. Pois a participação de Cueva no torneio ficou marcada pelo pênalti desperdiçado na derrota para a Dinamarca, no jogo de estreia, determinante para a precoce eliminação do time dirigido por Ricardo Gareca.

Apagado no revés para a França, o jogador ajudou a amenizar a má campanha peruana na vitória por 2 a 0 sobre a Austrália na última rodada. Na ocasião, Cueva deu a assistência para o gol de Paolo Guerrero, que decretou o único triunfo de sua seleção em solo russo.

Embora tenha data de retorno definida, episódios do passado levam o torcedor a temer um novo caso de indisciplina do camisa 10. Em 2017, após a rodada que confirmou a classificação do Peru à Copa, Cueva ficou em seu país por mais tempo do que o combinado com a diretoria são-paulina e se reintegrou ao grupo na manhã do dia do duelo com o Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro.

Já em janeiro deste ano ele se reapresentou para a pré-temporada com seis dias de atraso por ter cumprido uma agenda comercial no Peru referente à Copa do Mundo. Pouco tempo depois, insatisfeito com a condição de reserva e diante de uma proposta da Arábia Saudita, o meia foi cortado do duelo com o Mirassol, válido pelo Campeonato Paulista. Na ocasião, inclusive, o diretor-executivo de futebol Raí disse que o atleta não estava comprometido com o clube.

A última aparição de Cueva como jogador do São Paulo se deu no longínquo 9 de maio, data da vitória por 1 a 0 sobre o Rosario Central, pela Copa Sul-Americana. Reapresentando-se no clube, ele deve receber uma carga diferenciada de treinos, voltada mais à parte física, já que tirou 12 dias de folga desde a derradeira partida do Peru no Mundial.

Cueva também encontrará algumas caras novas no elenco, como a do meia-atacante Joao Rojase a do lateral direito Bruno Peres. Em contrapartida, não terá mais as companhias de Valdívia e Marcos Guilherme, que se transferiram para o futebol árabe. Além disso, deve retornar como reserva, mesmo status do período anterior à intertemporada.