Brasil
Brasil não dá chance para a Argentina na Copa do Mundo de vôlei

Com uma atuação de gala e muito regular em todos os fundamentos, a Seleção Brasileira Masculina de vôlei derrotou a Argentina por 3 sets a 0 – parciais de 25-19, 25-19, 26-24 -, na madrugada desta quarta-feira, na cidade de Hiroshima, pela sexta rodada da Copa do Mundo do Japão.

Os rivais sul-americanos não disputam a competição com sua força máxima. O técnico Marcelo Mendez levou apenas quatro jogadores que estavam na campanha da conquista da vaga para Tóquio-2020 no Pré-Olímpico de agosto.A bela atuação dá confiança para o time verde-amarelo enfrentar o primeiro dos dois grandes desafios no torneio: os Estados Unidos, nesta quinta-feira, às 6h (de Brasília), com transmissão pelo SporTV 2. Outro confronto esperado é contra a Polônia, domingo às 3h (de Brasília), pela nona rodada.

Os norte-americanos eliminaram o Brasil nas semifinais da Liga das Nações deste ano, e estão com o time completo. Os poloneses, que também disputam a Copa do Mundo com sua forma máxima, foram os algozes da Seleção Brasileira na final dos dois últimos Mundiais (2014 e 2018). Além disso, há o esperado encontro entre os cubanos Leal, naturalizado brasileiro, e Leon, naturalizado polonês.Com o resultado desta quarta-feira, o Brasil manteve a liderança e a invencibilidade na Copa do Mundo, agora com 18 pontos e seis vitórias em seis jogos.

O técnico Renan Dal Zotto iniciou o jogo com uma novidade: o central Flávio no lugar de Maurício Souza, optando por um jogador mais veloz para acompanhar o rápido jogo dos rivais sul-americanos. O time titular foi: Bruninho, Alan, Lucão, Flávio, Leal, Lucarelli e Thales (líbero).

Entraram: Maurício Borges, Cachopa, Felipe Roque e Isac.Alan foi o maior pontuador do jogo, com 15 acertos (12 de ataque, 1 de bloqueio e 2 de saque). Leal marcou 14 vezes, Lucarelli 10, Lucão 9, Flávio 8. Os destaques da Argentina foram o oposto Bruno Lima, com 14 pontos e o ponteiro Ezequiel Palacios, com 13.