Bela vista
Alunos da escola Joaquim Murtinho brincam de soletrar

Alunos da escola Joaquim Murtinho brincam de soletrar

Iniciativa do projeto na escola estadual Dr. Joaquim Murtinho, professor Ozualdo Maldonado Arce, visa estimular a brincadeira aliada ao aprendizado dos estudantes com participação de alunos do Ensino Fundamental participaram da décima edição do “Brincando de Soletrar”.  O evento realizado na escola, contou coma presença do amigo da escola vereador Xetinho e Fabrizia Tinoco e convidados.

Quatro alunos se classificaram para a grande final que aconteceu dia (20). O evento realizado na escola reuniu alunos, que participaram da brincadeira com muita animação e mostraram ter o alfabeto na ponta da língua.

Criado especialmente para os alunos, a ação vai além de uma simples brincadeira, auxiliando a criançada na aprendizagem em sala de aula. O coordenador do projeto, Ozualdo, ressalta a importância da atividade. “Nós pensamos em uma ação buscando o lúdico e principalmente o prazer do estudo na escola. Queremos incentivar a leitura e o gosto pelo português“, conclui o educador.

A cada rodada, os alunos respondiam letra por letra como é a escrita das palavras e vibravam entusiasmadamente com os resultados, além de esperarem ansiosos pelo grande vencedor.

campeão foi o aluno Alex Fretes do 3° Ano do Ensino Médio matutino. O aluno recebeu um tablet do vereador e Presidente da câmara Municipal, de Bela Vista Xetinho.

O vereador Xetinho comentou sobre a empolgação dos pequenos.  “Nós ficamos bastante surpresos. Como eles são criativos e inteligentes, isso e muito bacana, pois incentiva o aprendizado, e torcida alucinados, batiam palmas e ficavam muito felizes com as respostas”, afirmou.

Vencedor

Após a eliminação um a um dos pequenos soletradores, o campeão foi o aluno Alex Fretes do 3° Ano do Ensino Médio matutino. O aluno recebeu um tablet do vereador e Presidente da câmara Municipal, de Bela Vista Xetinho.

O Projeto: a escrita faz parte da vida de todos nós seres humanos, desde que se liam, através de símbolos. As letras estão por toda parte. Em livros, placas, outdoors, embalagens, e nós, como cidadãos, temos que estar atentos para ler, interpretar e escrever ortograficamente correto.

A nossa língua Portuguesa é regida pela gramática, cheia de regras que muitas vezes nos confundem pela semelhança de letras, quantidade de acentos e outras peculiaridades desta língua.

A escola precisa, além de apresentar aos alunos todas estas regras, prepará-los para viver nesta sociedade tão diversificada. Para isso, são necessárias atividades que estimulam o uso correto das palavras, através de leituras, de atividades lúdicas. Foi pensando nisto que o professor de história da escola preparou uma gincana de Soletração de palavras, onde foram trabalhadas todas as regras de maneira divertida e competitiva o que é muito instigante para os alunos.

Professor Ozualdo e os quatro finalistas

Objetivo geral

-incentivar a ampliar o vocabulário através de uma competição saudável.

Objetivo específico

– escrever de acordo com o nosso sistema ortográfico vigente.

– aumentar o vocabulário.

– despertar o incentivo pela escrita correta.

– respeitar as falas regionais.

– compreender o significado das palavras e sua morfologia.

– fazer com que os alunos tenham mais facilidade na grafia correta das palavras.

Metodologia  

A grafia das palavras na língua portuguesa não é muito simples e precisamos de muito estudo para memorizá-la e entendê-la. O incentivo ao treino da escrita e memorização ainda é a melhor maneira de fazer com que nossos alunos escrevam melhor.

Nossas dúvidas só aparecem quando as palavras são desconhecidas, pouco usadas ou mal escritas. Palavras conhecidas não nos fazem perder tempo. O que nos faz saber ortografia é a nossa memória visual, que é tão maior quanto mais lemos. O que aprimora a nossa memória visual é o bom hábito da leitura.

Alunos na torcida

Existe uma crítica que todos nós fazemos ao velho sistema de ensino, onde tudo se resumia em “decoreba”. Concordamos com aqueles que afirmam que decorar não é ensino. É lógico que devemos incentivar o raciocínio e estimular a criatividade, que é a capacidade de redigir e interpretar textos, mas para isso nossos alunos também precisam escrever e falar corretamente, sem perceber tal complexidade, pois estão brincando, competindo para melhor exercer seu papel de aluno com competências e habilidades dentro da língua portuguesa.

Regulamento

-a gincana de soletração e uma competição entre os estudantes do Ensino Fundamental matutino e vespertino da Escola Estadual Dr. Joaquim Murtinho.

– podem participar todos os alunos que estiverem matriculados na escola.

-a seleção será dentro das salas de aula, com a competição regida pelo professor.

-a 1º fase foi na sala de aula, onde saiu o representante, e este passou para a próxima fase.

-a 2º fase foi no pátio da escola com os melhores de cada sala, por eliminação ficando apenas um de cada chave para a grande final.

Premiação

-Para o primeiro lugar um tablet doação do Amigo da Escola vereador Xetinho.

Campeão foi o aluno Alex Fretes do 3° Ano do Ensino Médio matutino

-E demais participantes um copo personalizado

Recursos humanos

-professores

-coordenadores pedagógicos

-alunos

Recursos materiais

-dicionário

-banco de palavras

-máquina fotográfica

-som

-microfone.

Idealizador do projeto: professor Ozualdo Maldonado Arce.

Reportagem e Foto: Ademir Mendonça