Documento sem título
Bela Vista-MS Quinta-Feira, 23 de Outubro de 2014
  Página Principal Bela Vista Mural Galeria de Fotos Colunas Redação Fale Conosco  
Bela Vista – MS “A Princesa do Apa”
   

Bela Vista, emancipada em 20 de julho de 1918, atualmente com 87 anos foi palco da sangrenta guerra da tríplice aliança contra o Paraguai.

A Princesa do Apa foi desbrava por sertanistas que implantaram o primeiro marco de uma civilização que hoje se reflete majestosa nas águas do histórico Rio Apa, um dos mais piscosos do Mato Grosso do Sul.

No dia 11 de maio de 1867 no local denominado Nhandipa (em guarani “Nós chegamos ao fim” ) aconteceu uma violenta batalha da Retirada da Laguna. As Terras do Sul do Rio Apa, hoje pertencem ao Paraguai, e as do Norte, pertencem ao Brasil.

Bela Vista abriga em seu solo uma vasta riqueza cultural, seus visitantes iram se deslumbrar com a história de um Brasil que muitos não conhecem visitando o Museu do 10º R C Mec.

 

Em tempos de Paz o Monumento Nhandipa homenageiam, os brasileiros e paraguaios, mortos em combate na história Retirada da Laguna.

A fauna e a flora da cidade são verdadeiras obras de arte da natureza, são cachoeiras, quedas d’ águas, bosques, rios como: Rio Apa, Praia do Pompilio, Cachoeira do Ita, Lago Azul, Rio Azul, Nhandejara Puente, Igreja Matriz de Santo Afonso, Igreja de Pedra São Geraldo, Igreja São Patrício, Prédios Históricos da Policia Militar, Paço Municipal, Mesa de Renda e outros atrativos que vão proporcionar com certeza, uma Bela Vista.   

   
NHANDIPA - local onde foi travado o primeiro combate por terra da Retirada da Laguna em 11-05-1867 as margens do Rio Apa entre brasileiros e paraguaios, liderado pelo Coronel Carlos de Moraes Camisão e paraguaios pela tropa de Solano Lopes comandados pelo Major Martinho Urbieta. Uma vasta riqueza cultural que Bela Vista abriga em seu solo, a maior guerra que o Brasil já enfrentou a guerra do Brasil-Paraguai, com certeza seus visitantes iriam se deslumbrar com a historia de um Brasil que muitos não conhecem. Nhandipa significa (termo em guarani “Nos chegamos ao fim”). Foi o primeiro combate em terras brasileiras, da celebre Retirada da Laguna. O monumento de pedras homenageia os mortos nas batalhas.
   
IGREJA DE PEDRA - Edificação religiosa a Capela de São Geraldo, conhecida como a igreja de Pedra, com inicio da edificação em 1930 e concluída em 24-09-1932 por Luiz Louzinha sob as ordens dos padres redentoristas. O terreno de 50m x 50m, foi doado por Benedito Freitas. Atualmente mantem o mesmo uso, com seu estado de conservação boa. Fundação e alvenaria estrutural de pedra ciclopica. Aberturas com quadro e vedos de madeira e vidro. Cobertura com estrutura de madeira e telhas de barro.   
 


UEZE ZAHRAN -
O turista que vem em nosso município, vem em busca de maior conhecimento histórico dos fatos ocorridos em nosso município, por isso no ano de 2001 foi construído na entrada da cidade o Receptivo Turístico Ueze Zahran, um centro de informações que atende os turistas e a comunidade, um grande avanço para o desenvolvimento turístico do município.

 Prédio onde funciona a Câmara Municipal foi edificada pelo município e inaugurada em 23 de julho de 1910.

   
SÃO PATRICIO - Capela São Patrício edificada entre 1935 e 1940, sob as ordens dos padres redentoristas, atualmente pertence à paróquia Santo Afonso, o estado de conservação e boa. Arquitetura embasada em soco com escadaria de acesso. Aberturas de portal retangular ladeado por janelas em arco, emolduradas. Pequena cobertura sustentada por mão-frencesa, encimada por nicho com imagem de São Patrício. Coroamento com frontão triangular. Cruz latina como arremate.
 
PREFEITURA - Paço Municipal foi construído em 1932 pelo construtor Luiz Louzinha, sob as ordens dos padres redentoristas, para uso residencial eclesiástico. Em 15 de março de 1985 foi instalado no prédio o Paço Municipal. O embasamento em soco com pedestal e acesso central. A arquitetura da obra e em Trama de pilastras colossais emparelhadas com abertura em arcos rebaixados. Corpo em recuo com aberturas retangulares. Coroamento cornija desenvolve o beiral, originalmente com frontão central com inspiração no ecletismo.
 
SANTO AFONSO - A Paróquia de Santo Afonso teve inicio da sua construção em 1932, e foi concluída em 1934 pelo construtor Luiz Louzinha sob a ordem dos padres redentoristas e foi inaugurada em 1935. A paróquia de Santo Afonso foi criada em 04 de abril de 1924 pelos missionários Francis John Mohr, Alphonse Hild e Wilian Fee. Atualmente e mantida sob os cuidados dos padres diocesanos. Sua arquitetura com escadaria de acesso e pedestais. Trama de pilastras colossais emparelhadas. Colunas sustentam pórtico de acesso em arco pleno com frontão triangular e abertura em arcos plenos emolduradas. Rosácea e coroamento com frontão triangular, com empenas prolongadas, e uma cruz latina como arremate, o ecletismo como inspiração neo-romantica.
   
10º RC MEC - A Edificação Militar do 10º Regimento de Cavalaria Mecanizada foi construída em 1919 pelo Exercito Brasileiro. O 3º Regimento chegou a Bela Vista em 10 de dezembro de 1906, sob o comando do tenente-coronel João Inácio Alves Ferreira. Instalaram-se no antigo Ranchamento do Bacuri. Em 1908 denominava-se 3º Regimento de Cavalaria Independente, pelo decreto-lei nº 3.916 de 11 de dezembro de 1919, passou a chamar-se 10º Regimento de Cavalaria Independente. O decreto-lei nº 1.012 de 30 de dezembro de 1938, denomiva-o de Regimento Antonio João. Já o decreto-lei nº 21.134 de 16 de maio de 1946, alterou seu nome para 10º Regimento de Cavalaria. Finalmente em 31 de dezembro de 1985 foi adotada a atual denominação: 10º Regimento de Cavalaria Mecanizada Antonio João – 10º RC Mec. Militares desta unidade participaram da 2º Guerra Mundial na Itália, como menbros da Força Expedicionária Brasileira.
 

PIRACUÁ - Os cerca de 450 índios da aldeia Piracuá localizada a cerca de 70 Km de Bela Vista na fronteira do Brasil com o Paraguai  comemora o dia do Índio dia 19 de agosto ,sempre com uma grande festa e muita competições esportivas que são serão realizadas na Aldeia que possui 2.750 hectares de terras, 85 casas e moram 90 famílias.
O Dia do Índio, 19 de abril e comenorado com torneio de futebol, sinuca, arco e flecha, pesca com flecha, corrida pedestre, cabo de guerra, ciclismo, e também apresentada a tradicional dança indígena da Aldeia Piracuá, além do famoso baile carapé. A do Aldeia Piracuá depois de 15 anos, foi inaugurada uma nova escola na Aldeia com o nome Hoy Arendu Renda (Casa dos Inteligentes), telefone com placa solar, vinte residência possui kits sanitários através, e também mais 2500 metros de rede de água potável, caixa d’água de 20 mil litros, foi construído uma casa para Posto da Funai”.                

MARIA AUXILIADORA Padroeira de Bella Vista – Norte – Paraguai, sua festa acontece em 24 de maio, atualmente com 72 anos.
Em 26 de agosto de 1933, foi instituída a Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora pelo Bispo Emilio Sosa Gauna, a Igreja foi construída pelos redentoristas em 1933. A chegada em Bella Vista aconteceu em uma fria tarde de inverno no dia 14 de agosto de 1930, quando os sacerdotes norte americanos da Congregação do Santíssimo Redentor, da Província de Baltimore EUA, Willian Fee e Rudolf Reiss, atravessaram o rio Apa desde Bela Vista (Mato Grosso – Brasil).

   
TRIBUNAL DO JÚRI DE BELA VISTA - A iniciativa de construir um prédio para o TRIBUNAL DO JURI de BELA VISTA sacramenta o trabalho do judiciário e a escolha do nome do prédio é uma homenagem merecida. João Batista da Costa Marques tem uma extensa folha de serviços prestados à sociedade sul-mato-grossense e merecedor dessa homenagem em vida.
 
 

Cidade : Bela Vista

Numero de Habitantes: 23.114 aproximadamente.

Localização Geográfica: 22.10889 de latitude sul.
                                    56.22111 de longitud Oeste.

Área: 4.896,20 km (representa 1,37% do estado).

Limite: Norte – Jardim

           Leste - Antonio João – Ponta Pora.

           Sul – Rio Apa – Bella Vista Norte – Paraguai

           Oeste – Caracol.

Distancia da capital Campo Grande 336 km.

Acesso pela BR 060 – MS – 384.

Vegetação: Amplo domínio de savana (cerrado) em suas diferentes fisionomias: Arvores densa estacional, arvore aberta, gramíneo – lenhosa, floresta estacional.

Clima: Tropical de altitude e tropical úmido (mês mais frio varia entre 15 a 20 C).

Economia: Basicamente pecuária e comercio.