Destaques
Zé Teixeira ressalta a importância da capacitação dos novos Policias Legislativos

Zé Teixeira ressalta a importância da capacitação dos novos Policias Legislativos

Os novos servidores terão seis semanas de curso de acordo com o cronograma adotado pela Secretaria de Justiça e Segurança Pública (SEJUSP).

Campo Grande (MS) – A qualificação dos servidores da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS) proporciona melhorias na prestação de serviços a população sul-mato-grossense. Esta é a principal bandeira defendida pelo deputado estadual Zé Teixeira (DEM), 1º secretário da Casa de Leis.

Em reunião realizada no gabinete da 1ª Secretaria, na última semana, o parlamentar destacou mais uma ação para garantir a eficácia e a transparência no trabalho desempenhado pelos servidores do Poder Legislativo.

“A partir desta segunda (06/11), os novos policiais legislativos – aprovados no 1º concurso público da Assembleia Legislativa – iniciam a fase de capacitação, com cursos e treinamentos ministrados pela Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, através do termo de cooperação firmado entre Assembleia e o referido órgão. Com isso estarão aptos a desempenharem a função de segurança da Casa de Leis”, disse Zé Teixeira.

O curso de formação para os agentes da Polícia Legislativa, que atuarão na segurança de dignitários, instalação física e eventos no Parlamento Estadual terá a duração de seis semanas de capacitação, em período integral. Os alunos terão disciplinas curriculares presenciais e atividades complementares.

De acordo com o comandante da Academia da Polícia Militar, coronel Claudio Roberto Monteiro Aires, o processo de formação buscará desenvolver a habilitação técnica, humana e conceitual para o exercício consciente, responsável e criativo das funções de liderança, gestão e assessoramento. Todas as etapas seguem orientações da Secretaria Nacional de Segurança Pública.

“Por ser tratar da casa do povo, a Assembleia canaliza os pleitos da sociedade, sediando audiências públicas com temas delicados e até polêmicos. Além disso, constitui palco para manifestações de grupos com interesses opostos. Isso pode gerar conflitos, exigindo a ação de uma segurança institucional eficiente, que garanta a segurança física de todos os envolvidos. Os agentes de Polícia Legislativa sairão preparados da Academia da Polícia Militar”, destacou coronel Aires.

Para o agente Guilherme Almeida, a formação irá reger as ações na Assembleia Legislativa, sobretudo, para garantir a segurança da população. “Vamos obter o conhecimento necessário para desempenhar com excelência nossa função”.