Bela vista
Vereador Hiato entrega Moção de Aplausos aos delegados de Policia de Bela Vista e Caracol

Vereador Hiato entrega Moção de Aplausos aos delegados de Policia de Bela Vista e Caracol

O mal das drogas é um problema que os nossos jovens enfrentam hoje, no dia-a-dia ,na rua, na escola e está em todos os lugares e em de todas as classes sociais.

Trabalhando com jovens de diversas idades pelos bairros de Bela Vista à mais de 20 anos, com seu projeto de capoeira, Hiato conhece de perto o problema.

Bela Vista por ser uma cidade de fronteira, o contato com a droga está muito próximo, e como disse Hiato “eu mesmo já perdi muitos alunos para as drogas  no decorrer dos anos”.

Agora atuando como vereador, Hiato solicitou uma Moção de Aplausos para os policiais que trabalham noite e dia no combate à esse mal que contamina nossos jóvens.

Usando da tribuna na sessão da câmara do dia 01/10/2018, o vereador Hiato destacou que “um dos maiores males que assola nossa cidade são as drogas,e está em todos os bairros da cidade, e não só no bairro Àgua Doce, Igreja de Pedra,Nova Esperança e Vila Garibaldi.

Nesses bairros a secretaria de esportes sempre está presente,levando projetos de esporte como volei e futebol,e capoeira no ginásio da vila Canaã, mas mesmo assim o problema das drogas ainda persiste no meio dos jovens, necessitando as vezes uma ação da polícia, como a que ocorreu em conjunto com a Delegacia de Caracol que fizeram a apreenção da maior forncedora de entorpecentes na referida região.

O vereador Hiato esteve na tarde desta sexta-feira(07.12), na Delegacia de Polícia de Bela Vista, onde foi recebido pelo Delegado de Bela Vista Dr.Diego de Queiroz Sátiro Cabral Batista, juntamente com o delegado Titular de Caracol Dr. Heleno Souza de Santana que se encontrava presente ,na oportunidade o vereador entregou a Moção de Aplausos para os policiais de Bela Vista, em reconhecimento pelo excelente trabalho que veêm executando no combate aos crimes, principalmente às drogas.

A Moção de Aplausos é extensiva a todos os policiais, escrivão,e investigadores, com cópia enviada para a Delegacia Regional de Jardim e a Secretaria de Segurança do Estado do Mato Grosso do Sul.

Tive a liberdade de usar o nome Hiato, porque talvez poucas pessoas saberiam que é Esmeraldo Morinigo.

(Edson Lacorte)