Cidades
Saúde firma convênio com APAE e vai repassar R$ 2,5 milhões para a compra de bolsa de ostomia 

Campo Grande (MS)-A Secretaria de Estado de Saúde (SES) firmou um convênio com Centro Especializado em Reabilitação (CER) da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) para que a unidade se torne um centro de referência estadual para os ostomizados. A partir de agora, com o objetivo de qualificar o serviço, a compra dos insumos, que antes era feita pela SES, ficará sob a responsabilidade da Associação. A Secretaria de Saúde vai encaminhar R$ 2,5 milhões anualmente para a aquisição das bolsas de colostomia.

 “O serviço de ostomia era todo feito pelo Estado. Mas vimos a necessidade de qualificar o atendimento aos ostomizados e por isso o CER-APAE será agora o centro de referência estadual desses pacientes. O CER-APAE iniciou uma avaliação dos ostomizados e catalogou a quantidade de insumos necessários para que a compra e dispensação sejam feitos de forma adequada”, explicou o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

O convênio foi assinado na semana passada e conforme a publicação do Diário Oficial do Estado, o convênio prevê a transferência de recursos financeiros visando à melhoria de atendimento e a qualidade assistencial à saúde da pessoa com ostomia. Além dos R$ 2,5 milhões de aporte do Governo do Estado, a Associação vai receber também R$1,9 milhão oriundos do Governo Federal.

O convênio já está vigência e tem validade de 6 meses a contar da data da assinatura. “Além da compra dos insumos, o CER-APAE ficará responsável por fazer o acompanhamento dos pacientes, desde a entrega das bolsas de colostomia até a reabilitação. Isso já era feito com os ostomizados em Campo Grande, mas com o convênio eles passam a ser referência estadual. Agora, as equipes municipais vão receber capacitação para que também no interior possam atender e acompanhar esses pacientes”, explicou Melissa Macedo, coordenadora das Redes de Atenção à Saúde da SES.