Política
Reinaldo Azambuja sanciona programa que premia “barnabé” que pedir demissão

Aprovado pela Assembleia Legislativa, o PDV (Programa de Desligamento Voluntário) foi sancionado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e publicado nesta terça-feira (16.4) no Diário Oficial do Estado.

O PDV é uma alternativa para os servidores que não se adequarem à restituição da jornada normal de trabalho, de 8 horas, que terá início no dia 1º de julho.

De acordo com o texto, os servidores interessados deverão fazer os pedidos de adesão e caberá ao secretário de Estado de Administração e Desburocratização, Roberto Hashioka, analisar as solicitações no prazo de 45 dias úteis.

O barnabé (nome dado a funcionário antigo, segundo o dicionário) que aderir terá direito a receber o equivalente a uma remuneração mensal para cada ano trabalhado, além de uma bonificação de 30%.

O pagamento será parcelado, com depósito em conta, sempre na mesma data de vencimento dos servidores.

Ao longo do mês de março, PDV e a restituição da jornada normal de trabalho foram apresentados pela SAD a todas as categorias de servidores.