Polícia
Preso em flagrante professor que dava golpe em mulheres por redes sociais em Jardim

Preso em flagrante professor que dava golpe em mulheres por redes sociais em Jardim

O Delegado Gustavo Henriques Barros, enviou uma equipe de investigadores atrás do professor após a namorada relatar que ele havia pego seu aparelho celular para verificar se estava sendo traído. Ao tentar pegar novamente o aparelho, a vítima sofreu ameaçada e apanhou do lutador.

Quando aparelho celular foi devolvido à vítima pela polícia, ela percebeu que o ex utilizou seus aplicativos de conversa para pedir fotos íntimas de outras mulheres, se passando por vendedora de lingerie.
O suspeito está sendo investigado pela Polícia Civil das cidades de Campo Grande, Jardim e Dourados por se passar por mulheres nas redes com o foco de conseguir fotos íntimas de vítimas também do sexo feminino. No total, já foram registradas outras quatro ocorrências contra o professor pela mesma prática.
A Polícia Civil de Bonito prendeu em flagrante, nesta quinta-feira (30), um professor de artes marciais que atuava nas cidades de Jardim e Bonito por agressão e ameaça à ex companheira, com quem manteve um relacionamento amoroso por cerca de seis meses.
O professor de muay thai fingia ser outras pessoas (sempre mulheres), geralmente do mesmo círculo de confiança, a fim de obter fotografias íntimas das vítimas. Em Campo Grande, chegou a ser preso após ter sido flagrado armazenando imagens de adolescentes de 12 anos nuas em seu celular. Ele teria obtido as fotografias das menores aplicando o mesmo golpe de falsa identidade, se passando por amigas das vítimas.
De acordo com o Delegado, o caso é um alerta para que as pessoas tomem cuidado ao compartilharem imagens em mensagens e aplicativos nas redes sociais. “Uma vez que as fotografias são divulgadas, é difícil controlar quem terá acesso àquele conteúdo”, explicou Gustavo Henriques. “É importante que as pessoas fiquem atentas para quem enviam fotos e evitem compartilhar conteúdos íntimos com desconhecidos”.
Além dos delitos de vias de fato e ameaça, pelos quais foi preso em flagrante, o autuado poderá responder também por falsa identidade, crime ocorrido quando uma pessoa atribui a si uma identidade que não é sua para conseguir algum tipo de vantagem indevida.