Porto Murtinho
Porto Murtinho: Dia do Exército, Guerreiros do Pantanal recebem boina-Verde-Oliva
IMG_7939

Porto Murtinho: Dia do Exército, Guerreiros do Pantanal recebem boina-Verde-Oliva. Foto. Toninho Ruiz

Porto Murtinho (MS) – Nesta quarta-feira, 19 de abril, data que se comemora o Dia do Exército Brasileiro, foi realizado na 2ª Companhia de Fronteira, a Sentinela do Pantanal, a tradicional solenidade de entrega de boina verde-oliva ao efetivo de soldados incorporados neste ano. O ato solene bastante concorrida foi no pátio “Soldado Simeão Fernandes e contou com convidados, familiares dos militares e autoridades.

O evento marcou o encerramento do período de instrução militar básica. Período este composto de intensas atividades militares e de um exercício de longa duração. Ao término destas atividades, como forma de materializar a justa vitória alcançada, a Sentinela do Pantanal, formador de combatentes pantaneiros, realiza a formatura, de entrega das boinas aos soldados. Assim de forma simbólica, o desafio superado e a firme conquista de objetivos pelo soldado da força terrestre brasileira são reconhecidos e valorizados.

Durante a fase de formação básica, destacaram-se entre seus pares, no âmbito dos Pelotões, em virtude do bom desempenho demonstrado nas instruções, os seguintes soldados: Sd 296 Deleprani, do 2º pelotão, que recebeu das mãos do capitão de Infantaria Alves Branco e de seus pais a Boina Verde-Oliva, foram destaques ainda os soldados 277 Froés (3º Pelotão) e 229 Everton Carlos (Pelotão de Apoio) que também foram premiados pelo comandante da 2ª Cia Fron. Os demais soldados receberam suas boinas das mãos de suas respectivas madrinhas e padrinhos.

O momento da entrega da Boina Verde-Oliva simboliza que o recruta já é um militar preparado para o combate básico. Os recrutas de 2017 passam, de fato e de direito, à condição de soldado do Exército Brasileiro. Sendo agora designados para cumprir as múltiplas e importantes tarefas inerentes a Companhia de Fronteira.

IMG_7963O comandante da Sentinela do Pantanal, Capitão de Infantaria Alves Branco, proferiu palavras sobre a importância da cerimônia, destacando o culto à disciplina, à camaradagem, ao espírito de corpo e ao respeito mútuo entre os militares, destacou também o empenho dos instrutores e todos os membros de seus comandados.

O direito de cada soldado de passar a usar o símbolo do Exército Brasileiro, a Boina Verde-Oliva, foi conquistado após a superação dos desafios inerentes ao exercício básico. Seu uso, a partir da formatura de entrega, relembra os ensinamentos e valores deixados pelo Patrono do Exército Brasileiro, “Duque de Caxias”, e marca a crescente responsabilidade que o Exército brasileiro delega a cada soldado com entrega da boina.

Presente na solenidade a secretaria municipal de Assistência Social e Cidadania Nádia Simone Delevatti que representou o prefeito municipal Derlei Delevatti, os comandantes da Agência Fluvial, Sandro Silvestri; comandante da Policia Militar Ambiental, Tenente Ferreira; comandante do Corpo de Bombeiros Militar, Major Muniz e mebros da Policia Militar. Vereadores Miltinho Abrão, Sonia Ferreira e Marciana Britos.

A cerimônia encerrou-se com um desfile da tropa, em continência ao seu comandante, perante os familiares e amigos que prestigiaram a emotiva solenidade.

Após a solenidade o comandante Alves Branco convidou os presentes e familiares dos novos combatentes pantaneiros para um almoço de confraternização nas dependências social da unidade.

IMG_7968Segurança Nacional: Na manha de sexta-feira, 29, as dependências da 2ª Companhia de Fronteira, Sentinela do Pantanal recebeu dezenas de convidados para a tradicional solenidade de entrega da boina verde-oliva ao efetivo incorporado no corrente ano. O evento marca o encerramento do período de instrução militar básica. Período este composto de intensas atividades militares e de um exercício de longa duração. Ao término destas atividades, como forma de materializar a justa vitória alcançada. O Exército Brasileiro, em formaturas, como a realizada neste dia, entrega as boinas aos soldados incorporados em suas organizações militares. Assim, de forma simbólica, o desafio superado e a firme conquista de objetivos pelo soldado da nossa Força Terrestre são reconhecidos e valorizados. O soldado Oswaldo Gonzáles destaque do Período Básico em 2015, recebeu das mãos do comandante e de seus pais a boina verde-oliva. Os demais soldados receberam suas boinas das mãos de suas respectivas madrinhas e padrinhos. O momento da entrega da boina verde-oliva simboliza que o recruta já é um militar preparado para o combate básico. Os recrutas de 2015 passam, de fato e de direito, à condição de soldado do Exército Brasileiro, no caso de Murtinho, os verdadeiros Infantes do Pantanal, os denominados de “Guerreiros do Pantanal”. Sendo agora designados para cumprir as múltiplas e importantes tarefas inerentes à 2ª Companhia de Fronteira. O comandante da 2ª Cia Fron, o Major de Infantaria Carlos Otávio Macedo de Sousa, proferiu palavras sobre a importância da cerimônia, destacando o culto à disciplina, à camaradagem, ao espírito de corpo e ao respeito. Ao finalizar seu discurso Major Macedo repetiu a célebre frase no Exército Brasileiro: “Treinamento difícil, combate fácil”. O direito de cada soldado de passar a usar o símbolo do Exército Brasileiro, a boina verde-oliva, foi conquistado após a superação dos desafios inerentes aos exercícios de longa duração. Seu uso, a partir da formatura de entrega, relembra os ensinamentos e valores deixados pelo Patrono do Exército Brasileiro, “Duque de Caxias”, e marca a crescente responsabilidade que o Exército Brasileiro delega a cada soldado com a entrega da boina. A solenidade contou com a presença da presidente da Câmara de Vereadores Sirley Pacheco (PSB), do comandante da Agência Fluvial Capitão-tenente Alexandre Brandão da Silva, do Sargento da Policia Militar Gregório Ferreira, Tenente Landis, do Corpo de Bombeiros Militar; do empresário Antonio Carlos Barreto, do representante do prefeito André Luiz Mattos, secretário municipal de Governo. A cerimônia encerrou-se com o desfile da tropa, em continência ao seu comandante, perante os familiares e amigos que prestigiaram a solenidade. Após a solenidade o comando dessa unidade militar organizou um almoço de confraternização entre os soldados e seus familiares nas dependências do Grêmio de Sub-ten e Sargentos.

Reportagem: Toninho Ruiz