Cidades
PMA autua em R$ 2 mil dois pescadores presos pela Polícia Federal fazendo arrastão com rede de pesca no rio Paraguai

PMA autua em R$ 2 mil dois pescadores presos pela Polícia Federal fazendo arrastão com rede de pesca no rio Paraguai

Campo Grande (MS) – Policiais Militares Ambientais de Corumbá, receberam no quartel 20 kg de pescado ilegal apreendidos com dois pescadores presos por Policiais Federais. A equipe da PF realizava fiscalização no rio Paraguai e prendeu na madrugada de ontem (7) os dois pescadores utilizando petrecho proibido (rede de pesca).

Os pescadores, residentes em Ladário, usavam a rede de pesca em uma modalidade conhecida como arrastão, no período de piracema e ainda haviam capturado pescado fora da medida permitida.

Os pescadores, de 23 e 43 anos, foram autuados em flagrante por crime ambiental de pesca predatória na delegacia de Polícia Federal. Se condenados poderão pegar pena de um a três anos de detenção. Cada pescador também foi autuado administrativamente e recebeu multa de R$ 1.080,00 pela PMA de Corumbá. O pescado será doado para instituições filantrópicas depois de periciado.