Destaques
Murtinho celebra 152 anos da Batalha Naval do Riachuelo

IMG_5985Porto Murtinho (MS) – Na manhã desta sexta-feira, 09, aconteceu solenidade em lembrança aos 152 anos da Batalha Naval do Riachuelo, Data Magna da Marinha, comemorada em 11 de junho. A solenidade ocorreu no navio de transporte de tropas “Levergê”, ancorado no cais do porto da cidade. Durante o evento, foram entregues medalhas militares e diplomas a militares destaques. O capitão-tenente Sandro Silvestri, comandante da Agência Fluvial de Porto Murtinho, unidade da Marinha do Brasil em Porto Murtinho, disse que a data lembra uma das mais importantes batalhas de que o Brasil já participou na qual a Marinha teve um papel muito importante.

“A importância principal é relembrarmos que um dia já tivemos guerra. Essa data magna que comemoramos todos os anos é importante para que todos que entram na Marinha recentemente, todos nós que não participamos de um evento desses tenhamos na cabeça que um dia isso pode vir a acontecer, que ocorreu um dia e graças a uma mente brilhante o Brasil teve sucesso nessa grande batalha”, enfatizou.

A representante do Legislativo Murtinhense, a vereadora Fátima Vidotte (PR), participou da solenidade a bordo do “Levergê”, destacou a importância da data comemorativa dessa sangrenta batalha que já é passado. “Graças a Deus e aos homens de pensamentos pela paz que hoje vivemos numa região em perfeita harmonia neste rincão fronteiriça. Porto Murtinho é cercado por rios (Apa e Paraguai) e é importante essa harmonia entre as Marinha do Brasil e a Armada Paraguaia que tem um objetivo só: manter a paz e ordem em nossa região. Esta é uma data magna para a Marinha do Brasil e viemos em nome do presidente da Câmara Rodrigo Froés, trazer nosso reconhecimento e gratidão pela Marinha do Brasil que é uma força armada exemplar”, destacou a parlamentar.

IMG_5936O prefeito de Murtinho, Derlei Delevatti (PSDB), também esteve presente no evento salientou a importância da data não somente para a Marinha, mas para o Brasil. “A Batalha do Riachuelo é um marco na história da Marinha do Brasil e Porto Murtinho com a Agência Fluvial aqui não poderia ser diferente. Essa homenagem feita aos seus comandados que realmente dão o melhor de si dentro da Marinha. Nós enquanto mandatário municipal não poderia deixar de vir prestigiar e parabenizar a Marinha pela solenidade aqui neste navio” ressaltou o administrador municipal.

Autoridades civis e militares estavam presentes na solenidade, entre eles o comandante da 2ª Cia Fron, Alves Branco; da Policia Militar, Salustiano, da Policia Militar Ambiental, vereadora Sonia Ferreira, o secretário de Saúde Marco Andrei Guimarães, presidente da Maçonaria Wanderley Loubet Lopes e os empresários Toninho Barreto e Conceição Montanheri e Rudis Froes e esposa (Supermercado Pioneiro) e o oficial da Marinha da reserva remunerada Fermiano Yarzon.

A História

O Riachuelo é um dos afluentes do rio Paraguai, almejado pelo país vizinho para obter o controle do curso d’água no intuito de favorecer a sua expansão até o oceano, onde poderia se lançar à exportação, melhorando a economia.

IMG_5947O ponto onde houve a batalha fica na província de Corrientes, na Argentina. Esse conflito foi considerado importante para a vitória da Tríplice Aliança, formada pelo Brasil, Uruguai e Argentina.

Na época, o navio da força brasileira não tinha instalações apropriadas para a navegação fluvial, o que ameaçava a perda de uma embarcação devido o encalhamento. Além disso, os barcos eram de madeira, o que oferecia grande risco frente a qualquer artilharia terrestre.

As tropas brasileiras haviam montado uma base em Corrientes, que conseguiu impedir o avanço das tropas paraguaias.

O país vizinho planejou um ataque surpresa durante a noite do dia 10 para 11 de junho de 1865, mas não foi suficiente para abater os aliados, que após intensos episódios de luta conseguiram resistir e garantir o bloqueio naval.

IMG_5968

IMG_5978

Reportagem: Toninho Ruiz