Evangelho do dia
Meditando o Evangelho de hoje

Evangelho de hoje: Mt 8,5-11

TEMPO DO ADVENTO
Entrou Jesus em Cafarnaum. Um centurião veio a ele e lhe fez esta súplica: “Senhor, meu servo está em casa, de cama, paralítico, e sofre muito”. Disse-lhe Jesus: “Eu irei e o curarei”. Respondeu o centurião: “Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha casa. Dizei uma só palavra e meu servo será curado. Pois eu também sou um subordinado e tenho soldados às minhas ordens”. Ouvindo isto, cheio de admiração, disse Jesus aos presentes: “Em verdade vos digo: não encontrei semelhante fé em ninguém de Israel. Por isso, eu vos declaro que multidões virão do Oriente e do Ocidente e se assentarão no Reino dos Céus com Abraão, Isaac e Jacó”.
Comentário
Admiro em ti, Senhor, essa capacidade de acolher a todos sem estabelecer diferenças e estar disposto a entrar no coração e na casa de quem sinceramente te convida e te pede. Sabes? Hoje diríamos que és empático, que conectas com todos, que te admiras e surpreendes com o valioso em cada ser humano, qualquer que seja sua condição. Sim, não sou digno de que entres em minha casa, mas vem assim mesmo! Preciso alimentar-me de tua humanidade e de teu amor plenos.