Evangelho do dia
Evangelho de hoje: Mc 2,13-17
TEMPO COMUM
Jesus saiu de novo para perto do mar e toda a multidão foi ter com ele, e ele os ensinava. Quando ia passando, viu Levi, filho de Alfeu, sentado no posto da arrecadação e disse-lhe: “Segue-me”. E Levi, levantando-se, seguiu-o. Em seguida, pôs-se à mesa na sua casa e muitos cobradores de impostos e pecadores tomaram lugar com ele e seus discípulos; com efeito, eram numerosos os que o seguiam. Os escribas, do partido dos fariseus, vendo-o comer com as pessoas de má vida e publicanos, diziam aos seus discípulos: “Ele come com os publicanos e com gente de má vida?”. Ouvindo-os, Jesus replicou: “Os sãos não precisam de médico, mas os enfermos; não vim chamar os justos, mas os pecadores”.
Comentário
Jesus chama um cobrador de impostos e, com esse gesto, provoca as autoridades que se consideravam “certinhas” do ponto de vista da lei. Jesus veio para os pecadores, para os que precisam salvar-se, para os que têm consciência de sua fragilidade. Os que se julgam “santos” não precisam de Cristo. O grande mal a ser combatido é o orgulho e a inveja que fecham a possibilidade de salvação. Olhar para o próximo com superioridade é um indicador de que estamos completamente fora dos planos de Deus. Convidemos Jesus para entrar em nossa casa e certamente durante o banquete ele nos revelará quem somos.