Evangelho do dia
Evangelho de hoje: Mc 1,21b-28
TEMPO COMUM
Dirigiram-se para Cafarnaum. E já no dia de sábado, Jesus entrou na sinagoga e pôs-se a ensinar. Maravilhavam-se da sua doutrina, porque os ensinava como quem tem autoridade e não como os escribas. Ora, na sinagoga deles achava-se um homem possesso de um espírito imundo, que gritou: “Que tens tu conosco, Jesus de Nazaré? Vieste perder-nos? Sei quem és: o Santo de Deus!”. Mas Jesus intimou-o, dizendo: “Cala-te, sai deste homem!”. O espírito imundo agitou-o violentamente e, dando um grande grito, saiu. Ficaram todos tão admirados, que perguntavam uns aos outros: “Que é isto? Eis um ensinamento novo, e feito com autoridade; além disso, ele manda até nos espíritos imundos e lhe obedecem!”. A sua fama divulgou-se logo por todos os arredores da Galileia.
Comentário
A autoridade de Jesus está em vistas do bem e da liberdade da pessoa. No episódio do possesso de Cafarnaum, Jesus derrota o mal com a força de Deus e revela para os presentes que nenhum mal pode prevalecer no coração dos que amam a Deus. Nós também temos autoridade para expulsar os que querem possuir nossa vida para destruí-la. No batismo, recebemos o dom da fé que nos cura, liberta e salva. O Santo de Deus, Jesus Cristo, age em nós. Só um coração obediente faz escolhas certas e caminha nos passos de Jesus. Derrotar a maldade do mundo é um compromisso cotidiano.