Cidades
Casal tem prisão decretada por obrigar adolescente a ingerir soda cáustica

O brasileiro Anderson Rios e a paraguaia Rosa Lorena Del Valle devem ser presos por suspeita de tortura a uma adolescente de 15 anos, em Pedro Juan Caballero, fronteira com Ponta Porã, a 316 km de Campo Grande. Conforme o site Porã News, eles obrigaram a jovem a ingerir soda cáustica, substância altamente corrosiva.

O motivo da sessão de tortura, em que a jovem também teve cabelos e sobrancelas raspadas, seria a descoberta de Rosa sobre um suposto relacionamento entre o homem e a menor de idade.

Conforme o jornal, o crime aconteceu no dia 13 de janeiro de 2017, e o casal estava vivendo normalmente até então, sendo condenado a medidas alternativas à prisão. Os dois vivem na região entre Pedro Juan Caballero e Ponta Porã.

A ordem de prisão partiu da juíza Sadi Lopez. Não há informações sobre o atual estado de saúde da jovem, que na época precisou ser transferida para atendimento médico na capital paraguaia, Assunção, em estado grave.